Grupo de médicos cubanos sai de Santarém para reforçar atendimentos em Belém
27/04/2020 09:51 em SAÚDE

Profissionais estavam impedidos de exercer a profissão desde o fim do programa 'Mais Médicos', do Governo Federal.

 

Sete médicos cubanos que moram em Santarém, no oeste do Pará, desembarcaram na manhã deste domingo (26), no Graesp em Belém, para reforçar o atendimento à saúde no combate à pandemia causada pelo novo coronavírus. Os profissionais devem atuar na capital paraense. O estado conta agora com 53 médicos cubanos, mas ao todo serão 86.

Os médicos faziam parte do programa "Mais Médicos", do governo federal, e com o término do programa permaneceram no Pará, mas estavam impedidos de exercer a medicina em território brasileiro.

Na sexta-feira (24), o secretário de Estado de Saúde Pública, Alberto Beltrame, conversou com os profissionais e esclareceu que a colaboração deles nesse momento de pandemia é essencial.

"Quero deixar claro que respeitamos o Conselho Regional de Medicina (CRM), respeitamos os colegas médicos brasileiros, mas pedimos a compreensão de todos para o momento em que estamos vivendo. É um momento de solidariedade, de somar esforços no combate ao inimigo comum, que é o vírus. Independente da nacionalidade, de qualquer barreira, somos humanos, irmãos, e isso é o que importa, contar com todos para salvar vidas, que é o nosso bem maior", enfatizou o secretário.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
VENHA ANUNCIAR AQUI...