MAIS UM ESCÂNDALO QUE PODE DAR EM CASSAÇÃO DE MANDATOS: 23 MIL BENEFICIÁRIO DO RENDA E AUXÍLIO FIZERAM DOAÇÕES A CANDIDATOS
26/10/2020 11:47 em NOVIDADES

Por Hélio Nogueira - 

MAIS UM ESCÂNDALO QUE PODE IMPLICAR EM CASSAÇÃO DE MANDATOS: 23 MIL BENEFICIÁRIOS DO RENDA E AUXÍLIO FIZERAM DOAÇÕES A CANDIDATOS.

Polícia Federal, Receita Federal, Ministério Público, Tribunal de Contas e Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF) investigam doações feitas por 23 mil beneficiários do Auxílio Emergencial e do Bolso Família e candidatos a prefeitos e vereadores. 

A notória falta de escrúpulo dessas pessoas acaba de provocar um novo escândalo com auxílio emergencial e o bolsa família: 23 mil beneficiários, gente que supostamente não precisava do dinheiro, mas mesmo assim se cadastrou e recebeu o auxílio fizeram doações para candidatos a prefeitos e vereadores.

Essas doações somam 23 milhões e 800 mil reais. 13 milhões e 200 mil reais foram feitas na forma de doações financeiras e 10 milhões e 600  mil foram gastos com algum tipo de material ou serviço. Esse dinheiro certamente fez falta àquelas famílias de fato carentes, que perderam seus empregos e que ficaram sem renda por conta da pandemia. 

O desvio já está sob a investigação do Tribunal Superior Eleitoral, da Receita Federal, Tribunal de Contas da União, Ministério Público, Polícia Federal e do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (COAF).

A doação não é irregular, desde que não ultrapasse 10% da renda do ano anterior. No entanto, se ficar comprovada a falta de capacidade econômica dos doadores inscritos no Cadastro da Caixa Econômica o candidato poderá ter a candidatura indeferida pela Justiça Eleitoral.

 

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!
VENHA ANUNCIAR AQUI...